Carta de Repudio e pedido de Retratação Publica

Publicado: novembro 28, 2011 em Uncategorized

Guarulhos, 28 de novembro de 2011

Carta de Repudio e pedido de Retratação Publica

Venho por intermédio de esta repudiar as falas mentirosas e descontextualizadas de um assessor político na cidade de Guarulhos e pedir (exigir) que o mesmo prove todas estas acusações e mau dizeres, que atentam contra a credibilidade e história de luta deste grupo que a mais de dez anos vem construindo possibilidades de transformação dos dias de mazelas de muitos e muitas em dias melhores, com menos opressão, segregação, discriminação, criminalização, violação de direitos e etc.

À Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário (MH2R) vem desenvolvendo historicamente e sem apoio do poder publico local, estadual e federal atividades sócio – política – educacionais e culturais, sempre na perspectiva do alcance de um mundo melhor, mais justo e solidário.

No mês de outubro fomos surpreendidos com uma serie de falácias, maus dizeres e fofocas desenvolvidas, multiplicadas e falsamente modeladas por um assessor político de um representante eleito com a maioria dos votos da cidade de Guarulhos, o mesmo traz em suas falas contraditórias, que, em alguns momentos, a Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário (MH2R) e em outros momentos o militante, educador popular e produtor cultural Eduardo ( Bob Controversista ) se utilizam da expressão cultural em movimento Hip Hop para gerar benefícios para si, com discursos e ações que trazem em seu escopo a questão da transformação social, da defesa de direitos, da potencialização de potenciais, do desenvolvimento de uma Cultura Hip Hop independente, sólida e colaborativa, entre outras, mas que na real só vislumbram sua auto promoção, captação de recursos e centralização das ações no sentido de monopolizar o segmento e com isso alcançar seus objetivos escusos.

O mesmo com esta fala imatura mostra o total desconhecimento do alcance, do tamanho, da história da Cultura Hip Hop, achando que através de ações concretas desenvolvidas pela figura A ou B seria possível monopolizar algo desta vergadura.

Este que levanta estas calunias, difamações e injurias, e que é assessor de uma deputada federal, e, desta forma, tem fortes laços políticos na cidade de Guarulhos, que tem o trabalho – digo missão – de levantar e diagnosticar demandas e articular as juventudes locais numa perspectiva de exercício da cidadania, da defesa de direitos, de acesso aos bens culturais, de saúde, de boa formação educacional, de espaços de lazer e esporte, busca na verdade, como em outros momentos propôs para a mesma entidade/grupo/pessoa que agora difama, justamente após a negativa, articular/formar uma base/plataforma politica para as eleições 2012, cujo seu patrão sairá candidato e/ou apoiara candidatos que tenham o discurso amparado nestas articulações, é o mesmo que a tempos recentes tentou de varias formas cooptar integrantes da Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário (MH2R) e na frustração, calunía e gera fatos fictícios para sem razão descredibilizar esta que não tem se quer um rastro de maus trabalhos ou parcerias/financiamentos com quem quer que seja diretamente vinculado a bandeiras partidárias.

Sendo assim na impossibilidade do cidadão se posicionar publicamente retirando tudo que atenta a honradez, a credibilidade, a imagem, a história, ao caráter social e  transformador da entidade Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário (MH2R) e o cidadão, militante, educador popular e produtor cultural Eduardo, conhecido também como BobControversista serão tomadas as devidas providencias, no âmbito da justiça e se tratando dos princípios culturais do Hip Hop, também no âmbito da rua.

Eduardo

Bobcontroversista

Anúncios
comentários
  1. Eu acharia estranho que diante das articulações e projetos bem sucedidos do MH2R aqui em Guarulhos, nenhum pau mandado representante do poder público viesse a levantar questões referentes a índole do coletivo ou de seus representantes.
    Conhecendo a cidade como conheço “muito bem por sinal”, ja era de se esperar que uma ou mais pessoas caluniassem ou difamassem aqueles que buscam o bem comum independendo de partidos políticos ou lideranças corrompidas.
    Conheço o trabalho do MH2R e lembro – me que no inicio de nossas caminhadas juntos foram levantadas suspeitas e calunias com o nome da entidade, hoje estando caminhando e conquistando espaços como parceiros percebo que cada palavra contra a idoneidade de qualquer um de seus integrantes não passam de mera inveja ou medo da perca de espaço em comunidades onde certas pessoas gostariam de chegar para corromper e mentir, mas devido ao trabalho de conscientização e a luta verdadeira por uma sociedade mais igualitária, essas pessoas apenas levantam ideias falsas e contrarias as atividades realmente exercidas pelos verdadeiros militantes da cultura Hip Hop.
    O MH2R tem cumplido seu papel enquanto militantes verdadeiros e acredito plenamente que não ha nada que possa revogar o trabalho de seus integrantes.
    Obviamente que o mano e companheiro Eduardo(Bob) quer resguardar a identidade do caluniador aguardando que o tal tenha respeito e coragem de vir a publico.
    Se esse não o fizer deve-se abrir a identidade e buscar nas formas da lei o ressarcimento de tais declarações.
    Antonio Boff
    Mc, Militante da cultura Hip Hope movimento negro de Guarulhos
    Representante da CUFA Guarulhos e Ass Rev Ide Hip Hop

    Curtir

  2. Augusto disse:

    As calunias saem da boca de pessoas que não fazem nada pelo Hip Hop, quem não faz nada tem tempo de sobra para tentar encontrar algo que possa denegrir a imagem (nesse caso como não tem nada que possa denegrir então a alternativa foi mentir).
    Se esses que deveriam (ja que recebem salário para fazer isso) defender os interesses das comunidades mais pobres, buscar soluções para os problemas sociais, enfim agir de forma efetiva no combate a esses males que ainda assolam nossas comunidades não fazem e ainda criticam quem trabalha de forma séria, realmente nos mostra que o MH2R está no caminho certo.
    Eduardo você não está sozinho nessa caminhada, o Hip Hop de Guarulhos está se unindo para combater esses vermes, tamu junto parceiro.
    Augusto

    Curtir

  3. bonne dee disse:

    TENHO SAÚDADE DAQUELE PT ANTIGO , A ONDE SE REALIZAVA FESTA E MAIS FESTAS,
    PARA ARRECADA UMA VERBA E FINANCIA ELEIÇÕES ENFIN AS DISPESAS DE UM PARTIDO POLITICO , QUANDO O PODER VEIO PARA SUAS MÃOS, MUITAS PESSOAS E SEGMENTOS,
    QUE CONTRIBUIRAM FICARAM DE FORA DESSE BOLO ,E NOSSA, NOSSA PARTE FOI FATEADA
    COM OUTROS PARTIDOS POLITICOS QUE SE UNIRAM NO SEGUNDO TURNO , DEPOIS ME INVENTAM UM PREMIO CHAMADO PRETO GÓES ,PARA PASSAR UM PANO E ESQUECEM DO
    GUERREIRO CHAMADO RUAN CARLOS UM ARGENTINO PRETO QUE DIVULGOU O RAP NO SUL DO PAÍS , QUE FALECEU NO MESMO DIA E NO MESMO CARRO QUE ESTAVA O QUERIDO PRETO GÓES, NÃO DESMECENDO O IRMÃO, VEJO VARIAS MANCADAS E COMO RIMO NO SOM INIMIGO NÚMERO DA NAÇÃO , DO GRUPO CONSCIÊNCIA X ATUAL, A CADA 2 ANOS ESTÃO VOLTANDO MÓ DISPUTA PELO POTE DE MEL, VEJO QUE JÁ PASSOU DA HORA DE ELEGERMOS OS NOSSOS REIAS REPRESENTANTES QUE SEJA ALGUÉM DA CENA HIP HOP QUE TENHA A VISÃO AMPLIFICADA,
    SOBRE A CULTURA HIP HOP E SUAS CONVERGÊNGIAS E DIVERGÊNCIAS A ULTIMA SAÍDA,
    TEMOS QUE REPRESENTA NOSSOS PROJETOS COM LEGITÍMAÇÃO MAXIMA…………………

    Curtir

  4. Saudações há todos e todas, nesse curto tempo pra -cá percebi, o quanto vale a pena insistir, escuta ai, quem sou eu quem é você, entende? não não não, não quero confundir sua mente.
    Dificuldade te leva sempre pro lado errado, uma dia eu paro, um dia eu paro você sempre diz, mas a realidade não é bem assim, persiste seguir seu instinto enganoso, haja o que houver continua disposto, arranjar um trocado, descolar um qualquer, pensando assim resolver, e nunca resolve, as vezes até peiora, mesmo assim você se esquece que seu fulturo, você tem uma porcentagem, tem que procurar ter atitude, não viver de viagem, o mundão está cheio de esquema, pra se envolver é um dois, sem problema, quando casa cai a mídia vem em cima com notícia, quando possivel te coloca na capa da revista, indica você como um marginal, cita que só assim o pobre aparece no jornal, pra quem vive de baixa renda, fica dicil escapar destes problemas.
    No mundo que estamos vivendo, ao invés de `agua te dão veneno, é por estas e por outras que o MH2R é o que é, um coletivo que na direta temos enfrentado isso, quem não é por nós é contra nós, fazem o HIP-HOP acontecer por amor, sem demagogia, não pisam em ninguém, e muito menos usam alguém como massa de manobra, contra fatos não há argumento, seus atos falam por si, quem os conhece de verdade, sabe do que o MH2R é feito, com DEUS do nosso lado o resto é resto!

    Curtir

  5. É isso que enfrentamos pra nos tornar o que somos, MH2R é ATITUDE!!!

    Curtir

    • São vários, os que espreitam na direta querendo explorar nossa capacitação e conhecimento em prol de seus interesses capitalistas opressor, se utilizam de coletivos extremamente articulados para se autopromover, politicamente falando, históricamente vários candidatos se utilizavam de talentos populares em comícios e swol micios, como braço eleitoral.
      Hoje não mais permitido, eles usam de outras maneiras pra obterem seus objtivos politicos, com isso fazem parcerias com coletivos da sociedade sivil organizada, depois descartam como se fosse lixo.
      Refletindo sobre tal situação que estamos enfrentando, pude vê e entender o quanto somos fortes, e podemos construir propóstas de melhorias continuas atravéz do HIP-HOP com comprometimento socio cultural e educacional, quem lavanta comentários de calúnias, injúrias e difamação, é porque não conhece o que o MH2R é, e o que representa, militantes que atravéz de conhecimento da realidade de vida nas comunidades que vivem nas mazelas, abandonados e expostos a vulnerabilidade social, sujeitos a discriminação social, racial e cultural, que acabam se drogando, se alcoolizando, e até mesmo se prostituindo, crianças, adolecentes e jovens que se perdem por não terem nenhum apoio moral e social, o MH2R surgiu em meados de Fevereiro de1999 enfrentando tudo isso e mais um pouco, hoje estamos ai com a mesma propósta de transformação, fazemos tudo isso, por que de fato amamos o que somos e fazemos, MH2R É assim.
      Sem mais .
      ,Clayton Nascimento Ferreira

      Vice presidente da Associação Cultural e Educacional Movimento Hip-Hop Revolucionário.

      Curtir

  6. Beto disse:

    Infelizmente é sempre assim…
    Esses ai que “Comandam o Nosso País”,
    ou pelo menos que se acham no poder,ao ver a manifestação de união de um trabalho como o do MH2R temem e tremem , ao ver a força desse grupo através da cultura HIPHOP,pensam que podem nos manipular?…
    Certamente quem caluniou a Honra desta Organização ira engolir palavra por palavra pois sou de Guarulhos e sempre vi a mobilização desse Grupo no intuito de trazer mais cultura a este lugar.
    MH2R é Atitude!

    Curtir

  7. rocha disse:

    Interesse de aparato pra esses caras é o mais importante, o que fazer com esse aparato eles secundarizam!!NÃO LIGA PRA ESSES ZÉ POLVINHOS OPORTUNISTAS NÃO!O MUNDÃO COBRA!!

    Curtir

  8. jonathan "Tiu jowl" Augusto disse:

    O principio de uma parceria dar-se-á pela conformidade de ideais, objetivos, Missão e Finalidade; Quando todos esses itens são compartilhados por duas ou mais Pessoas (físicas ou jurídicas) é possível que aja uma parceria, na incompatibilidade em algumas destas, a parceria fica comprometida, podendo ocorrer dês de que as partes envolvidas concorde com as diretrizes umas das outras.
    Entendo que no que tange a relação da Associação com outras instituições que fizeram e fazem parte da gama de parceiros que hoje constitui seu network, que o fator prevalecente é o respeito mutuo e a troca de conhecimento, Por isso as ações do MH2R foram e são de grande sucesso e marcada pela excelência.
    O MH2R ao longo de seus 10 anos de existência e militância, e, pautado em relatórios e não relatos, em analises metodológicas e não em suposições unilaterais e homeopáticas, tem sido um grande difusor de cultura e protagonista de ações e metodologias inéditas em conformidade com seus objetivos constantes em seu estatuto social, reconhecidas e adotadas por outras grandes associações, contribuindo de forma exemplar para a transformação, renovação e fortalecimento da cultura Hip Hop em todas as instancias politico-geograficas, tendo sido reconhecido por sua unidade de trabalho e engajamento uníssono, possível somente por conseqüência de possuir um corpo diretor composto por verdadeiros agentes de transformação sócio-politico-cultural e dominadores de conhecimentos específicos e gerais colocados a disposição do MH2R e constantemente usados de acordo com o direcionamento e articulação interna.
    O MH2R não deixa a desejar em nenhum aspecto se comparado com outras associações de mesmo porte ou maiores e por isso não admite ser subjugado por pseudo ativistas de passado obscuro e presente idem, que em verdade são usurpadores de nossa cultura, caçadores de recompensa que espreitam nossas esquinas em busca de oportunidades para satisfazer seu único compromisso, para com o capital, estes se travestem com nossa ideologia, suscitam nossos pensadores em frases decoradas e conseguem terreno fértil em mentes brilhantes, mas que por cansaço ou frustração acabam por não perceber que estão sendo manipuladas e Furtadas de sua autonomia. Tais praticas são bem difundidas e conhecidas no habitat natural deste tipo de seres humanos, que são os becos sujos e fétidos da politicagem nacional.

    Sem mais pelo momento.

    Jonathan S. G. Augusto
    Presidente da Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário

    Curtir

  9. Eduardo Barreto disse:

    Canalhas e não representantes,sim é o que são esses “senhores (as)”,que brigam para conseguir o poder;como uma criança que quer ganhar uma bicicleta,e quando ganha não sabe o que fazer com o presente.Essas pessoas subestimam as lideranças das periferias e quando as reconhecem tentam de alguma forma dar um “cala boca”,mas nas quebradas existem Homens que sabem que o dinheiro não compra caráter e nem respeito,mas vamos ter um pouco de calma meus caros irmãos estes representantes que ai estão,”Estão no poder e não são o poder”,costumam dizer ” Se junta com a gente,porque temos a máquina na mão”,mas esses fascistas esquecem que a máquina é o povo tio,temos que realmente mostrar ha esses caluniosos que homens com o dom de autoconciência são reflexivos e acreditam que a democracia de um país livre se faz com respeito a diferentes líders,independente da sua classe ou posição social.Não temos o direito de nos abater com comentários maldosos e inexatos desses que se um dia tivessem lido Abraham Lincolm iriam saber que o poder pessoal não se pode sobrepor ha um governo do povo,pelo povo e para o povo.

    Curtir

  10. E tem gente q despreza o estilo de vida hip hop, q tem a moral de dizer q só tem alienados em um movimento consciente como esse( talvez até tenha, mas esse são minoria). Assim como muitas outras atitudes essa carta é uma prova de q tal afirmação não passa de uma cortina de fumaça feita e propagada por hipócritas incomodados com a inteligência magnanima de tal estilo, q tem suas bases em movimentos a favor da liberdade,igualdade,etc. Se todas as andorinhas pensarem q uma só não faz verão, o inverno sempre estará por aí. Engolindo e congelando os q merecem algo melhor.

    Curtir

  11. João Brum disse:

    Por isso temos que nos unir. Diminuir as diferenças e enaltecer as afinidades.
    Construir uma consciência coletiva é mais complicado do que parece. Mas quando entendemos que o mundo é um palco e que assistimos uma tragédia, fica mais fácil entender que o poder se perpetua nas mãos dos mesmos, e quem sofre é sempre o lado menos guarnecido. O uso da internet vai além das inúmeras páginas que trazem milhões de palavras e mas nada dizem. A Primavera Árabe é meu primeiro exemplo. Uma REVOLUÇÃO promovida por um meio que a 20 anos atrás não existia. Nosso poder esta aumentando e precisamos de maturidade para saber utiliza-lo.

    Abraço Bob.
    Força.

    Curtir

  12. Professor Silvio disse:

    Meu Caro Eduardo

    A verdade oficial é sempre a verdade do poder e por mais que nos esforcemos para escapar dessa trama, estamos sempre presos a ela. Porém esta não é uma visão fatalista onde não existe saída, pois é possível e necessário “RESISTIR”. Se existe cooptação e alienação é verdade também que existe resistência, reflexão e militância contra as armas que nos escarvisa e leva muitos de nossos irmão ao caos na vida. Ter sucesso, invariavelmente está relacionado ao nosso poder de acumulação material (leia-se capital), mas ter sucesso também significa manter-se firme às nossas referências e valores e por vezes isso nos obriga a uma atitude como esta que você colocou muito bem. A posição da ruptura é o que nos faz escolher entre aquilo que queremos e aquilo que não queremos, ao fazer isso escolhemos um lado, uma posição, um projeto de vida.
    Me solidariso contigo nesse movimento de “RUPTURA” e também no movimento de luta que é necessária para defender os descamisados do mundo. Lembrando Tche Guevara, temos que bater forte na injustiça a que somos obrigados a sobreviver, porém sem perder a ternura jamais.
    É necessário incomodar o poder com a “NOSSA VERDADE”, gritar que existe muito mais na vida do que discurso, promessas e armações ilimitadas onde vale até vender a mãe a prestação para se dar bem. Nosso testemunho nesse breve momento de existência que teremos nessa vida só valerá a pena se for pra isso, nos termos de Freire “Ajudar as pessoas a SER MAIS”

    Grande Abraço

    Professor Silvio

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s