​Por que é justo protestar contra o ataque às aposentadorias:

Publicado: março 16, 2017 em Uncategorized

Duzentos anos de era das máquinas e trinta da informática e de alta pesquisa científica multiplicaram a produtividade em escala inédita. Isso quer dizer que uma pessoa pode produzir o que antes dez, trinta, talvez cem faziam, dependendo da área. Nunca foi possível produzir tanta riqueza. 
Por isso, durante muito tempo se pleiteou a redução das horas de trabalho – que foram caindo, até bater em oito horas diárias (com sábado livre em parte dos empregos). Mas desde a década de 1980 se diz que temos que trabalhar mais anos por causa da esperança de vida maior. 

Calcular o tempo de trabalho socialmente necessário em anos ou horas é apenas usar um metro ou outro, dá na mesma. Continua valendo: podemos trabalhar menos e produzir mais, na maior parte das profissões.

O que significa que essa riqueza aumentada pode custear pensões e aposentadorias da sociedade em geral. Não preciso trabalhar quarenta anos para que isso pague dez anos que ainda terei a viver depois. A conta esconde os aumentos de produtividade.

Não basta apenas fazer com que a força de trabalho se reproduza: ela deve ser capaz de manusear as máquinas e equipamentos da empresa. Esta qualificação ocorre através do sistema escolar capitalista, e é aqui – principalmente – que entra a ideia de aparelho ideológico do estado. Na escola, além de ler e escrever, aprende-se também as regras do bom comportamento, ou seja, aprende-se a ser submisso à ordem vigente, fazendo com que os operários sejam submissos em relação à ideologia dominante. Além da escola, também a Igreja e outros aparelhos, como o Exército, são aparelhos ideológicos do Estado. Eles dominam não pelo uso da força, e sim pelo uso da ideologia para manter a classe dominante no poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s